03.11.09

enquanto Zeca sonha com o brilho nos olhos de Maria Rita, Antero toma um duche bem quente. o vapor espalha-se pela casa de banho como um nevoeiro. na cozinha o barulho dos tachos e dos talheres. marido e mulher reencontram-se à mesa. como é um pequeno-almoço tardio, Antero opta por beber só uma chávena de leite com café. Mariana pergunta-lhe se conhece bem o Zeca. desorientado o marido exclama: não sei quem é! e a mulher responde-lhe: claro que sabes! é o vizinho de cima! o arquitecto. o marido suspira. quase lhe adivinha os pensamentos enquanto diz: ah! claro que sim. encontro-o muitas vezes quando estou no café a jogar à sueca. a mulher anima-se e confidencia: ele está sem namorada. e era um bom partido para a nossa Maria Rita. o marido sussurra: valha-me Deus! enquanto a mulher prossegue: podíamos convidá-lo para jantar cá hoje! é Domingo e ele está em casa sozinho. pela música melancólica que tem estado a tocar, deve estar a precisar de companhia. Antero decide não contrariar a mulher e aceita ir a casa de Zeca concretizar o convite.

ilustrado por Ana às 12:01

texto a partir da imagem...
as autoras
arquivos
2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

21

28

30


RSS
eXTReMe Tracker