26.11.09

Zeca e Lúcia não acordaram ver-se nem falaram em manter a amizade. sabiam ambos que ela existia e no devido tempo reencontrar-se-iam com a serenidade do carinho mútuo. Maria Rita teve um dia de trabalho de algum sossego para o que é usual no dia-a-dia de um hospital. de tal forma que o pensamento pode alhear-se de algumas tarefas que executava e deu por si a pensar com humor nos nomes das estações de metro da linha azul-turquesa  por onde passava no caminho casa-hospital-casa. os meus pais hoje devem estar na primeira estação:” Amor". e o pensamento continuou a divagar: entra-se na estação do “Amor”, n’ “Aquela Tarde”,  vamos andar na “Montanha-Russa” e quando saímos compro um “Algodão Doce”. dou e recebo o “Primeiro Beijo” e neste doce enleio de almas chego a “Casa”. que belos nomes. encantatórios. apetecia-lhe dançar tão leve se sentia.

sinto-me: palhaça
ilustrado por Conceição às 15:58

texto a partir da imagem...
as autoras
arquivos
2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

21

28

30


RSS
eXTReMe Tracker