19.11.09

os pais de Maria Rita estavam mais felizes do que em qualquer outra época das suas vidas. pela primeira vez Antero soube que a mulher o amava e que o descobrira. Mariana exorcizara os fantasmas e a alma ficara leve e límpida permitindo-lhe enxergar o que andara a fazer das suas vidas. em silêncio agradeceu à vida, ou aos deuses, o amor do marido não se ter extinguido. falavam do jantar de como fora um convívio agradável e do caricato que fora a entrada de Clotilde - dizendo compreender a solidão dela. só, com a mãe idosa e doente que a prendia à casa e ao prédio, excepto quando tinha que ir ao mercado ou ao super. eram esses os únicos  ares que respirava fora do apartamento – quando Zeca e Maria Rita entraram. perceberam antes deles dizerem algo e no coração de cada um esta outra alegria floresceu regado pelo brilho nos olhos dos jovens. em casa de Amélia as coisas não estavam bem. Léu-léu sentia-se mal entontecido e com a persistente dor no peito. Amélia insistiu para que dormisse lá e fê-lo deitar-se enquanto arrumava mais algumas coisas na sala de jantar e na cozinha. a única sombra que não a deixava festejar o sucesso do jantar e da boa relação iniciada entre Josefa e Joaquim (os dois J’s como passou a designá-los) era o estado do seu Léu-léu. ainda assim, quando se lembrou de Clotilde, deu uma gargalhada. ai, o que a solidão faz às pessoas...no 5º andar, Ricardo, 3 anos mais velho do que Maria Rita foi ao quarto dos filhos dar-lhes um beijo de boas noites e deitou-se sem conseguir conciliar o sono. Sempre tivera um fraquinho por Maria Rita mas esta sempre o vira só como amigo. na universidade conheceu Rosário com quem casou antes de acabarem os cursos pois ambos vinham de famílias abastadas e tinham património para viver antes de entrarem no mercado de trabalho apesar de ambos darem explicações para se sentirem autónomos. tiveram três filhos que viviam com Ricardo, pois Rosário estava agora a trabalhar em Bruxelas e ambos acharam mais adequado as crianças ficarem com o pai perto dos avós, tios e primos. com a separação, ao herdar aquele prédio decidiu mudar-se para a cobertura por ser espaçosa e ter uns terraços fabulosos para as crianças brincarem em segurança. assim Maria Rita voltou a entrar na sua vida e no seu coração dormente.

sinto-me:
ilustrado por Conceição às 16:11

texto a partir da imagem...
as autoras
arquivos
2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

21

28

30


RSS
eXTReMe Tracker