18.11.09

ainda bem que dei uma espreitadela. assim vi como estão arranjadas e vou-me cuidar de acordo a não fazer feio, mas sem dar bandeira. tenho que ser cautelosa no modo de me vestir senão percebem o meu estratagema. com o coração aos pulos e uma raiva a mordê-la numa dor incomensurável dirigiu-se ao quarto a rever as toilettes que já separara e a seleccionar uma que a favorecesse, mas parecesse absolutamente casual. ao lado os casais conviviam e Amélia, numa felicidade sem fim, observava a mesa central e as de apoio orgulhosa da beleza e do aspecto das entradas bem como a conversação fácil entre Josefa e Joaquim o que a deixava ainda mais orgulhosa. Eleutério era a nota dissonante mas parecia que só Joaquim dera conta do nervosismo deste. continuava a falar muito alto, a voz ligeiramente estridente quando a sua era, naturalmente, grave. gargalhava muito, por tudo e por nada. não cessava de observar Antero e Mariana e uma dor aguda no peito perturbava-o. competia com Antero como um animal pela atenção da fêmea. esforçava-se por mostrar mais graça, mais inteligência. Mariana percebeu a situação e cuidou de mimar o seu homem. Amélia na excitação de felicidade, ocupada que estava a fazer os convidados sentirem-se em casa ainda não se apercebera e já esquecera a estranheza sentida no seu Léu-léu durante a tarde mas, com o passar do serão, já sentados à mesa, de volta do prato principal apercebeu-se finalmente que Eleutério estava estranho.  menos atencioso com ela, impunha-se. ele que era sempre polido e discreto, um verdadeiro gentleman. ficou preocupada. sentados longe, cada um num dos extremos da mesa, não podia perguntar-lhe nada sem ser em voz alta. olhou-o e falou com ele sorridente tentando acalmá-lo e, por várias vezes reparou num ricto de dor no rosto e num rápido movimento da mão ao peito. fora Maria Rita e Zeca haviam decidido ir ao cinema. Maria Rita ainda não vira “As Pontes de Madison County. estudava e era muito jovem quando estreou e deixou-o passar, mas agora gostaria de o ver. e apesar de Zeca o haver visto disse que teria prazer em revê-lo. um bom filme de amor, disse.

sinto-me:
ilustrado por Conceição às 12:22

texto a partir da imagem...
as autoras
arquivos
2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

21

28

30


RSS
eXTReMe Tracker