16.11.09

ver o ar surpreendido dos presentes e o olhar de apreço de Joaquim quando lhe é apresentada fá-la sentir bem. na conversa de ocasião para quebrarem o gelo rememora os seus anteriores receios. lembra-se de como hesitou ponderando a asneira feita ao pensar entrar sozinha para se destacar. ou não pensou. a ideia infiltrara-se sem ela dar conta. sentia-se embaraçada só de pensar que, ao entrar, dez olhos a iriam escrutinar. a insegurança a alastrar. porque não combinara com Mariana e Antero subirem juntos? burrice a dela. agora o mal estava feito. as pernas tremiam-lhe. apetecia-lhe não ir mas lá saiu levando o seu bolo especial de chocolate, o bolo brigadeiro a que nenhuma boca, mesmo as pouco gulosas resistem. tem um segredo de confecção. um ingrediente secreto testado por ela e não o conta a ninguém. fá-la sentir-se importante ver o apreço e o prazer com que o saboreiam. já no elevador, sentia as pernas a tremer, olhara de soslaio a imagem no espelho e surpreendera-se. não se lembrava que arranjada ficava um mulher interessante, bonita até, pensara. este pensamento deu-lhe ânimo. ajeitara uma melena do cabelo com as mãos, o que a fez recordar o prazer da massagem. centrara-se nisso e nos elogios que a massagista fizera à sua forma física enquanto subia. sentiu-se vaidosa, confessa si própria. ó Sra. D. Josefa, a senhora tem um corpinho que valha-nos Deus. da forma como anda vestida nem nos apercebemos. sim senhora dou-lhe os parabéns e olhe que sou sincera. devia era dizer-lhe que necessita de fazer um e outro tratamento pois é o meu ganha pão, mas não. claro que umas massagens por mês só lhe farão bem, não só à estética como à saúde, mas quanto a isso confio na forma como se vai sentir e depois decidirá por si. Clotilde passara a tarde num nervoso miudinho. mais ainda no final do dia atenta á  campainha de Amélia a correr para espreitar pelo óculo da porta. pela última vez corre e cola o olho para ver bem. o olho  que espreita, esbugalha-se-lhe. custa a reconhecer Josefa. tem de tapar a boca com as duas mãos para se não denunciar com um grito de espanto que irrompe garganta fora.

 

texto a partir da imagem...
as autoras
arquivos
2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

21

28

30


RSS
eXTReMe Tracker